sábado, 12 de setembro de 2009


Lembro-me do passado, não com melancolia ou saudade, mas com a sabedoria da maturidade que me faz projectar no presente aquilo que, sendo belo, não se perdeu.
Lya Luft

1 comentário:

NoGuerra disse...

Um olhar esplendoroso de melancolia... LINDISSIMO!

BOA NOITE,
Paula